Saiba quem tem direito ao auxílio emergencial de R$ 600,00 mensais

Foram lançados nesta terça-feira (7), pela Caixa Econômica Federal, o aplicativo e o site onde os inscritos no Cadastro Único até o dia 20 de março de 2020 (que recebem ou não o Bolsa Família), trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI) e contribuintes individuais do Regime Geral da Previdência Social poderão solicitar o auxílio emergencial mensal de R$ 600,00 (seiscentos reais), que será concedido pela União durante três meses, neste período de pandemia do novo Coronavírus.

O trabalho de orientação e de execução dos pagamentos será feito exclusivamente pelo Governo Federal, que disponibilizou atendimento online e telefônico para o público (veja as informações abaixo), com o objetivo de impedir a formação de aglomerações, em atendimento às recomendações das autoridades de Saúde.

Os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) não farão o pagamento do benefício emergencial, que deverá ser efetuado pela União, por três meses ou mais.

"É importante que a população entenda que é importante não formar aglomerações. Neste momento, não se deve procurar os Cras ou agências da Caixa Econômica. Os beneficiários deverão aguardar o crédito nas contas digitais que serão abertas para quem não tem contas bancárias. O crédito será depositado nas contas de quem já é correntista. A Prefeitura de Vila Velha também disponibiliza os telefones 3388-4154 e 3388-4260 para informações a quem tem dúvidas sobre o auxílio emergencial", explica a secretária municipal de Assistência Social, Ana Cláudia Simões.

Outro requisito importante é de que o beneficiário tenha renda mensal de até meio salário mínimo, e de três salários mínimos por família até o dia 20 de março de 2020. A mulher que for mãe e chefe de família, e estiver dentro dos demais critérios, poderá receber R$ 1,2 mil (mil e duzentos reais) – duas cotas – por mês.

Primeira parcela

A primeira parcela começou a ser paga nesta quinta-feira (9) para o primeiro grupo de beneficiários (inscritos no Cadastro Único, que NÃO recebem o Bolsa Família e possuem conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal).

Serão observados, na renda familiar, os rendimentos obtidos por todos os membros da família que moram na mesma residência, excetuando o dinheiro recebido pelo Programa Bolsa Família. Caso o beneficiário do auxílio emergencial seja contratado sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), ou, a renda familiar vier a ultrapassar o limite previsto no período de pagamento, ele NÃO deixará de ser contemplado com o auxílio emergencial.

Limite por família

Somente duas pessoas de uma mesma família poderão acumular o auxílio emergencial. Também será permitido que duas pessoas de uma mesma família acumulem o Bolsa Família e o auxílio emergencial.

Caso o auxílio seja maior que o Bolsa Família, por exemplo, o auxílio emergencial será automaticamente considerado no pagamento.
O auxílio emergencial NÃO será concedido para quem recebe o seguro-desemprego, para quem recebe programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família e para quem recebe benefício assistencial ou previdenciário.


Disque 111 para tirar dúvidas

A Caixa Econômica Federal disponibilizou o número 111 para sanar dúvidas sobre o auxílio emergencial. Este número, porém, NÃO servirá para fazer as inscrições.


Site e aplicativo

- AQUI você pode acessar o site do benefício emergencial.

- Já neste LINK você acessará o aplicativo para celulares Android.

- Clique AQUI para acessar o aplicativo no sistema IOS (celulares Apple).

fonte: site da PMVV
Saiba quem tem direito ao auxílio emergencial de R$ 600,00 mensais Reviewed by Barra FM on 11.4.20 Rating: 5
Direitos reservados Barra FM © 2021
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Barra FM. Tecnologia do Blogger.